ANALÓGICO/DIGITAL

Todo som que ouvimos no computador ou no CD passa pelo processo analógico/digital para virar informação e digital/analógico para sair pelas caixas. A diferença é semelhança: não existe um caminho pro som, o som é o caminho. Transmutando cenas, somando contextos, naquele ponto comum de mágica na pista, vale tudo pelo bom som, anticarão, acontece a residência semanal ANALÓGICO/DIGITAL, alternando as festas Trabalho Sujo e Veneno nas quintas-feiras do Alley.

A continuidade é particularidade e cada noite é única e irrepetível. Além da série de mixtapes distribuídas na festa (e também online no http://soundcloud.com/analogicodigital), a cada semana a festa conta com diferentes DJs convidados - de São Paulo, de outros estados e internacionais - e com happenings especiais acompanhando os sets - de coreografias de break a performance de patins setentistas, de jazz acústicos recepcionando a noite a raps improvisados no meio da madrugada.

Passeando pelo planeta e pelas épocas, juntando os discos do tradicional coletivo de grooves exclusivamente em vinil Veneno com os últimos ritmos digitais e hits revelados pelo blog extraordinaire Trabalho Sujo, a inédita festa ANALÓGICO/DIGITAL se define com novidades do passado e clássicos do futuro, grooves psicodélicos e diversão infinita.

ANALÓGICO/DIGITAL
Quintas no Alley Club, 23h.
Participação do Mestre de Cerimônias Lord Baboo e seletores Alexandre Matias, Mauricio Fleury, Peba Tropikal e Ronaldo Evangelista..
Rua Barra Funda, 1066.



No comments: